Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Amanhecer no Planalto
Leandro Kollross
Continuam as buscas ao foragido que trocou tiros com a polícia no interior de Rio do Campo
Policial | 12/01/2018 10:38 | Jmais | Fotos: Jmais

Um dos acusados acumula crimes, incluindo tentativa de homicídio                                                                                                   

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas emitiu alerta nesta quinta-feira, 11, para tentar localizar Maurício Pavarim. De Irineópolis, o acusado de cometer pelo menos três crimes na região foi baleado durante perseguição nesta quarta-feira, 10, em Santa Terezinha. Mesmo assim, ele conseguiu fugir e segue foragido.

Segundo o delegado regional de Canoinhas, dr. Rui Orestes Kuchnir, Pavarim é acusado de ser o líder de uma quadrilha que cometeu um assalto a uma família em Rio Pretinho, interior de Canoinhas, no ano passado. Na ocasião o restante da quadrilha foi presa. Ainda em 2017 ele e o comparsa Edenilson da Silva teriam roubado um automóvel Ônix em Campo Alegre. Com o veículo eles foram até o interior de Santa Terezinha em um local bastante ermo, onde passaram a morar, fazendo trabalhos esporádicos na lavoura.

A DIC investiga a dupla desde então, até que nesta semana obteve o endereço dos dois. Como o local é bastante aberto, como um campo de futebol, nas palavras do delegado, houve dificuldade por parte dos cinco policiais da DIC Canoinhas em abordar os suspeitos. Edenilson foi preso sem oferecer resistência. Já Pavarim sacou uma pistola da cintura e ao se ensaiar para atirar contra os policiais foi alvejado. “Não sabemos se o tiro provocou um ferimento leve ou grave”, afirma Kuchnir. Mesmo ferido ele conseguiu se embrenhar em uma mata e segue foragido. “No momento começou uma chuva torrencial, que dificultou as buscas”, explica o delegado.  

Kuchnir faz um apelo aos moradores da região de Santa Terezinha e Canoinhas, incluindo principalmente Irineópolis, que é a cidade natal de Pavarim. “Qualquer movimento suspeito tem de ser denunciado. Ele usa como tática chegar nas casas da pessoas pedindo ajuda ou trabalho. Aproveita-se da boa fé das pessoas sempre com segundas intenções”, frisa Kuchnir. Quem tiver informações sobre Pavarim deve imediatamente contatar a Polícia Civil no 181 ou a Polícia Militar no 190. Ainda de acordo com Kuchnir, Pavarim acumula uma acusação de tentativa de homicídio.

FOTOS

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua José Gonçalves, 333 - Lucena - Itaiópolis - Santa Catarina - 89340-000 - 89340-000 - Fone/Fax: 3652.2279 - E-mail: comercial@cidade1380.am.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.